" É um péssimo cozinheiro, aquele que não pode lamber os próprios dedos." ( William Shakespeare )

Chás- Minha paixão....

Eu amo o  frio, simplesmente porque essa estação é bem mais elegante!rsrs
As pessoas vestem-se melhor, come-se melhor, dorme-se bem e q pena.....engorda-se bem...rsrsr
Um dos melhores e simples costumes que as pessoas mantêm nessa época e que deveriam manter em todo o ano é a ingestão dos chás.
Simples e práticos eles trazem benefícios incríveis para a nossa saúde.
Uma das melhores coisas que aprendi com meu pai.
quando eu era adolescente eu não entendia direito, ele comprava tanto chá de tantos sabores diferentes e " estranhos " ao meu ver. Pensava eu: que coisa chata esse negócio de chá..rsrs....e que incrível, que ironia, fiquei como ele.
Vou deixar para vocês algumas receitas de chá.


Principais benefícios dos chás

Graças aos seus poderosos antioxidantes – os polifenois – o chá traz inúmeras vantagens para a saúde física e mental:
  • melhora os níveis de concentração
  • aumenta os níveis de energia
  • é um estimulante do bem-estar geral
  • pode ser utilizado como prevenção e tratamento de aterosclerose (a formação de placas nocivas nas paredes das artérias e que pode levar à sua obstrução completa)
  • é óptimo na prevenção da diabetes
  • diminui o risco de doenças cardiovasculares
  • previne contra o cancro (inibe o desenvolvimento de células cancerígenas, impede o fornecimento de sangue ao tumor e incentiva a autodestruição das próprias células cancerígenas)
  • contribui para a diminuindo dos níveis de “colesterol mau” (LDL – lipoproteína de baixa densidade)
  • melhora o metabolismo lípido
  • tem um efeito anti-bacteriano significativo
  • purifica o organismo, eliminando toxinas
  • combate a retenção de líquidos   

Verde, branco ou preto?

Todos os chás derivam da mesma planta – a Camellia sinensis – mas diferem consoante o processo de oxidação a que são sujeitos e que modifica a cor das suas folhas, o seu aroma, sabor e quantidade de polifenois presentes. O chá preto é o mais processado e, embora mantenha muitas qualidades benéficas para a saúde, tem menos poderes antioxidantes do que o chá verde – composto pelas folhas não oxidadas da planta do chá. O chá branco, por sua vez, é o menos processado e contém mais antioxidantes do que o chá verde, no entanto, tem um sabor quase inexistente e é bastante mais caro do que os outros. O melhor é mesmo experimentá-los todos!

Sabores saudáveis

Com mil e um sabores para provar, são vários os chás que apresentam soluções deliciosamente saudáveis para problemas específicos. É o caso destes chás:
  • Camomila: os seus efeitos tranquilizantes no sistema nervoso são muito conhecidos, bem como o poder calmante que tem sobre problemas de estômago.
  • Cidreira: indicado para combater cólicas e gases, é ainda um calmante natural para estados de nervosismo e de insónia. 
  • Dente-de-leão: desintoxica o fígado, estimulando o seu funcionamento saudável.
  • Gengibre: para além de acalmar o sistema digestivo, é um excelente energizante natural.
  • Hortelã/Menta: relaxa os intestinos, incentivando o seu funcionamento pleno e regular, sendo ainda aconselhado para perturbações de estômago.
  • Maça: antidiarreico e o auxiliar perfeito para uma boa digestão, tem ainda propriedades sedativas.
  • Valeriana: auxilia nas perturbações do sono, sendo um substituto natural dos vulgares comprimidos para dormir.

Pronto a servir

Esqueça o chá engarrafado, preferindo sempre o chá fresco, fervido na hora com recurso às práticas saquetas ou então com ervas e folhas soltas, deixando-as “marinar” durante 3 a 5 minutos, para poder retirar e aproveitar ao máximo os seus compostos mais benéficos. Se está a tentar emagrecer, troque o açúcar por mel, algumas rodelas de limão, um pau de canela ou beba-o simples! Evite ainda adicionar leite – para além de cortar nas calorias, continua a assegurar os benefícios cardiovasculares do chá, eliminados quando se junta leite ao chá.
Se, por outro lado, está a tentar reduzir o consumo de cafeína, também pode contar com o chá: uma chávena de chá preto tem um terço da cafeína presente num café e o chá verde contém apenas um sexto desse valor. Para reduzir ainda mais a quantidade de cafeína presente no chá, diminua o tempo de infusão dos habituais 3 a 5 minutos para 45 segundos. Depois, desfaça-se dessa água, mantendo apenas a saqueta ou as ervas/folhas, verta  uma nova quantidade de água fervida sobre as mesmas, respeitando agora o tempo de infusão habitual.
Quer melhores motivos para planear o seu próximo chá das 5?


Segue abaixo um Link com várias receitas interessantes de chás.
O que vale não é seguir uma receita especificamente, mas usar  a criatividade e o que tiver em casa, cascas de frutas ou pedaços, ervas secas ou frescas e especiarias como cravo, canela, anis, etc


Link Abaixo:
http://culinaria.rudgesbc.com.br/frutas/cha/cha.html

Abçs people...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Gastronomia

Loading...